Data driven: entenda como as empresas estão se adaptando a esta realidade


O data driven é um conceito fundamental na gestão moderna, já que através dele as empresas conseguem gerir com maior precisão, baseando a sua tomada de decisões em informações atualizadas, bem como podem elaborar melhores planos para o desenvolvimento do seu negócio. Essa estratégia é parte da inteligência corporativa que pode ser aplicada em empresas de qualquer tamanho e ramo — incluindo transportadoras que queiram modernizar a sua gestão e se alinhar com a logística 4.0.

data driven

Como se trata de uma inovação capaz de transformar o seu modelo de gestão e até mesmo impulsionar o negócio à liderança do mercado, não perca a leitura deste artigo e entenda melhor seu conceito, funcionamento e objetivo, benefícios fornecidos ao aplicá-la, como ela funciona na prática e muito mais. Confira!

O que é gestão data driven e como ela funciona?

Um modelo de gestão de negócio data driven (data driven business) se utiliza de conceitos de inteligência de negócios (BI), aplicativos de gestão e painéis de gestão à vista para dar aos gestores ferramentas que possibilitem fazer análises de dados financeiros, operacionais, de frota, mercado e comercial, para avaliar aspectos internos e externos do seu negócio e assim direcionar a melhor tomada de decisões e a estruturação de planos de ação e planejamento estratégico.

Essa forma de gestão permite analisar as informações relevantes para encontrar respostas com mais exatidão e velocidade, além de otimizar os seus processos internos.

Apesar de utilizar a tecnologia a seu favor, não se trata apenas da instalação de um software na empresa, mas de uma filosofia de gestão, pois transforma a maneira como os gestores tomam decisões em seus negócios.

Qual é o objetivo do data driven?

O principal objetivo do data driven é o de potencializar o gestor, fornecendo uma melhor visão sobre os dados e informações do negócio para que ele possa qualificar a sua gestão e realizar projetos com mais assertividade, bem como ter mais segurança na tomada de decisão.

Graças às informações obtidas com a metodologia data driven, as empresas compreenderão melhor a dinâmica das suas atividades e terão um ganho qualitativo na tomada de decisões, bem como atingirão uma maior efetividade nos seus planejamentos, pois as informações coletadas trarão respostas às questões que fundamentam as decisões importantes do negócio, como:

  • Quais são os pontos fracos da empresa que precisam ser aprimorados?
  • Qual é a capacidade produtiva da minha empresa?
  • Quais são os problemas que devem ser antecipados?
  • Quais são os objetivos, metas e resultados a serem alcançados?
  • Como se destacar perante a concorrência?

Guia completo de gestão por indicadores de desempenho em transporte e logística

Quais são as vantagens da gestão data driven para as transportadoras?

Maior agilidade e assertividade na tomada de decisões

A melhoria na coleta e análise de informações proporcionada pelo modelo data driven aumenta a efetividade e agilidade das decisões, tornando-as menos subjetivas e mais lógicas. Isso se aplica às operações, gestão de projetos, negociação com fornecedores e parceiros, entre outras decisões.

Ajuda no desenvolvimento do negócio no longo prazo

Muitas empresas tomam decisões visando apenas os ganhos no curto prazo, o que pode gerar problemas futuros. Entretanto, a gestão data driven permite projetar resultados a curto, médio e longo prazo, contribuindo para sua sobrevivência e crescimento no futuro.

Maior confiabilidade no mercado

A transportadora conseguirá transmitir mais profissionalismo e melhorar sua imagem perante o mercado, entre clientes, parceiros e fornecedores, o que permite o estabelecimento de negócios mais benéficos e a longo prazo.

Bancos e instituições financeiras terão maior confiabilidade no negócio, oferecendo linhas de crédito melhores e maiores e juros menores.

Vantagem competitiva

A maioria dos negócios brasileiros ainda não implementou o data driven em seus processos, o que significa que se trata de um diferencial competitivo bastante vantajoso para sua empresa em relação às demais no mercado.

Como funciona a aplicação do conceito data driven na prática?

Para aplicar a filosofia data driven completamente, você deverá estruturar certos aspectos na empresa a fim de ter sucesso na atividade. Confira-os a seguir.

Pessoas

É importante que todos os gestores e colaboradores entendam a filosofia e utilidade do data driven para aproveitar de seus benefícios no dia a dia, tornando a sua rotina mais produtiva, simples e assertiva.

Além disso, é recomendável contar com o apoio de colaboradores especializados no assunto, sendo que o profissional ideal para isso é o Chief Data Officer (CDO ou diretor executivo de dados em português), que será o profissional responsável por organizar as visões de dados a serem disponibilizadas em cada setor, para apoiar as decisões de cada gestor e as operações de cada equipe.

Processos

O trabalho deve ser integrado entre todos os setores e colaboradores, ou seja, as informações coletadas devem ser disponibilizadas em uma plataforma cujo acesso é permitido para todos da empresa. Além disso, os processos devem ser estruturados de forma que se apoiem nos dados, eliminando as decisões empíricas e subjetivas.

Dados

É importante que as informações do negócio sejam coletadas e disponibilizadas aos colaboradores de forma online, para que as decisões sempre sejam tomadas com base em dados, e não no “achismo”.

Assets (ativos)

É fundamental que o data driven não atrase os processos do negócio, sendo preciso que a velocidade dos sites, sistemas e aplicativos, ou seja, a plataforma utilizada pela empresa e seus canais para troca de informações e outros sistemas ou acessos sejam ágeis.

Tecnologia

Embora seja possível fazer uma gestão baseada em dados, ou data driven, sem o uso de software, esta se tornaria extremamente lenta e burocrática, então temos que esta metodologia de gestão está diretamente ligada e dependente das novas tecnologias. Serão utilizadas formas eletrônicas de coletar e apresentar os dados dos diferentes setores e canais do negócio, bem como usar um sistema para transportadoras para gerar relatórios e dashboards de gestão à vista para o negócio.

Guia completo de gestão por indicadores de desempenho em transporte e logística

Como as empresas podem se adaptar a essa nova realidade?

O primeiro passo para isso é planejar o processo antes de implementar o método que irá coletar e exibir os dados em cada um dos setores. Após, siga os passos que serão explicados nos tópicos abaixo.

Alinhe os objetivos do negócio

Antes de montar os diversos dashboards com suas tabelas, gráficos e relatórios, defina os objetivos e metas em que se embasará a implementação do data driven. Alguns exemplos são a melhoria na tomada de decisão, maior garantia de faturamento, minimização de erros, riscos e custos etc.

Mapeie as métricas

Defina os indicadores-chave de desempenho (KPIs) que o ajudarão a medir os resultados obtidos pela adoção do data driven. Explore o máximo de métricas, colete sugestões e aplique as que forem mais adequadas para atingir os seus objetivos.

Avalie a maturidade dos dados

Estudar o nível de maturidade dos dados consiste em avaliar sua utilidade para a empresa. Nesse momento é preciso verificar como as informações coletadas se alinham às expectativas, aos objetivos e KPIs.

Neste particular chamamos especial atenção para o fato de que a empresa não deve se basear em “métricas de vaidade”, ou seja, não vale a pena exibir dados que não terão nenhuma utilidade prática para a rápida tomada de decisões em cada setor, pois estes só servirão para confundir e atrasar os processos.

Planeje a execução

Por fim, é preciso elaborar um bom planejamento de como será feita a coleta e análise de dados, como serão gerados relatórios, qual plataforma será utilizada entre outros detalhes.

Quais foram os impactos reais do data driven nas empresas mundo afora?

De acordo com os dados coletados pelo BI-Survey (Business Intelligence Survey), 40% das organizações com maior performance no mercado tomam suas decisões baseadas nas informações coletadas pela gestão data-driven.

Além disso, é possível perceber que esta já é uma forte tendência no mercado, já que os dados demostram que modelos de gestão baseados em dados (data-driven) serão excepcionalmente relevantes para a tomada de decisões para 67% (48% dos gestores atuais mais 19% dos futuros) das empresas.

Qual é a real importância da inovação em logística?

A logística é uma área que está em constante atualização e mudança, sendo que cada inovação pode gerar grandes impactos positivos ao negócio.

Os gestores que pesquisam e usam essas inovações de forma inteligente criarão um efeito em cadeia em seus processos e multiplicarão seus resultados. Além disso, você poderá estar sempre um passo a frente dos seus concorrentes quando adota tendências no ramo.

É inegável que o data driven pode trazer amplas vantagens ao seu negócio, mas essa é uma filosofia cuja aceitação pode ser difícil em uma empresa, sendo necessário conscientizar os gestores e colaboradores sobre sua importância e criar uma cultura de inovação na transportadora.

Painéis de Gestão Datamex - Dashboards / BI Logístico

Para que você consiga aproveitar as inovações logísticas e se destacar no mercado, leia gora mesmo nosso artigo que traz as Inovação em Logística: 6 melhores dicas para você implementar com sucesso na sua empresa!

Avalie este artigo


Veja também

Deixar comentários