Logística Inbound: o que é e porque fazer?

Publicado por Fábio Cunha em Gestão de Transporte, Qualidade, TMS, Transporte, WMS.

Logística Inbound, ou “logística de entrada” consiste em um conjunto de operações e movimentações de matéria-prima obtidas de diferentes fontes até a chegada do produto no depósito, bem como o manejo desses bens dentro da própria empresa até a chegada no estoque.

Imagine uma indústria de roupas que recebe tecidos e outros itens necessários para fabricar as peças, a Logística Inbound tratará do transporte, do armazenamento, do recebimento e da descarga de todos os materiais necessários para a produção, bem como o retorno de embalagens.

logistica inbound o que e e porque fazer

Neste artigo detalhamos quais são as principais funções desse conceito, os impactos que ela proporciona ao negócio, a importância de ter um profissional especializado e de um sistema de gestão nesse processo. Confira!

Quais são as principais funções da Logística Inbound?

A palavra “inbound” significa “de entrada” em inglês, por isso suas funções se relacionam à entrada dos produtos na empresa, envolvendo as pessoas ligadas à administração desses bens — como os colaboradores, fornecedores e parceiros. Veja quais são elas nos tópicos abaixo.

Receber, armazenar e descarregar itens

Os processos incluem o recebimento dos bens no estabelecimento, descarga dos veículos e o armazenamento. Essa atividade deve ser feita de forma estratégica para evitar movimentações desnecessárias dentro da empresa, minimizando uso de recursos financeiros, humanos e de tempo.

Avaliar a eficiência da produção

No processo de Logística Inbound é importante observar a qualidade e eficiência dos processos relacionados dentro do negócio. Na prática, são utilizados indicadores-chave de desempenho (KPIs) como:

  • pedidos recebidos completos e dentro do prazo: isso permite saber se o fornecedor e a transportadora conseguem atender a demanda da empresa;
  • tempo médio de descarga: é o tempo necessário para descarregar produtos, incluindo o tempo de espera. Esse KPI ajuda no planejamento do fechamento de docas e das janelas de recebimento;
  • tempo médio de permanência do veículo: abrange desde a conferência dos documentos até a saída. Ele é útil para identificar gargalos na recepção e expedição de veículos.

Retornar as embalagens

Faz parte da logística inbound garantir que as embalagens retornem ao fornecedor para que elas sejam reutilizadas. Essa atividade deve ser feita com eficiência e agilidade para impedir que o fluxo de fornecimento seja prejudicado pela falta de embalagens.

Processar dados sobre o fluxo de materiais

Deve-se ter uma visão completa da demanda de produtos, materiais e insumos no estoque da empresa, o gestor terá informações mais claras sobre as necessidades do negócio e possibilita que ele adquira a quantidade ideal de bens para manter o fluxo produtivo.

Quais são os impactos da logística inbound na empresa?

Investir na boa gestão na Logística Inbound traz muitos benefícios à cadeia produtiva de um negócio, maximizando sua produtividade e seus ganhos. Entenda melhor a seguir.

Melhora a relação com fornecedores

Uma boa gestão da logística de entrada assegura que os pedidos sejam feitos em momentos oportunos, melhora os prazos de entrega e traz mais consistência para a cadeia produtiva. Além disso, a empresa conseguirá retornar as embalagens de forma ágil, o que ajuda no seu fluxo produtivo.

Tudo isso melhora o relacionamento da empresa com os fornecedores e contribui para a construção de uma relação duradoura e confiável.

Redução de custos Operacionais

Com um melhor controle das movimentações internas, os gestores administram os estoques da empresa mais facilmente e conseguem reduzir os gastos em seus processos. Veja exemplos de economias que podem ser obtidas:

  • como o giro de estoque será mais preciso, será viável ter armazéns menores e mais enxutos, com uma quantidade menor de materiais estocados. Isso diminui custos administrativos (com pessoal), maquinário, aluguel, infraestrutura, etc;
  • redução na imobilização de capital com estoque parado;
  • uma melhor relação com fornecedores possibilita a negociação de melhores preços;
  • a quantidade menor de materiais minimiza o risco de perdas, especialmente no manejo de produtos frágeis, perecíveis ou que precisam de condições especiais de armazenagem.

Aumento da produtividade

A organização e o giro de estoque mais ágil impulsionam a produtividade de todos os envolvidos na logística e atividades produtivas, já que é mais fácil controlar uma quantidade menor de bens.

Facilita trocas e devoluções

Em alguns casos, é possível que seja necessário realizar trocas ou devoluções de materiais, o que é denominado logística reversa. Uma boa logística de entrada o otimiza as operações ao verificar rapidamente a qualidade dos produtos e verificar quais serão reaproveitados ou devolvidos.

Diferencial competitivo

O mercado atual está cada vez mais competitivo e todas as empresas estão buscando formas de otimizar seus processos e aumentar a produtividade.

A Logística Inbound é importante para qualquer negócio que deseja garantir sua sobrevivência a longo prazo e até mesmo se destacar no mercado, pois ela pode criar uma poderosa vantagem competitiva ao reduzir custos, melhorar a relação com fornecedores e aumentar a produtividade.

É importante ter um profissional para implementar a logística inbound?

Durante o planejamento dessa estratégia, é recomendável que a organização designe um profissional para implantá-la. Entre as preocupações do responsável devem estar:

  • processar as informações, monitorar os KPIs e acompanhar as informações relacionadas;
  • encontrar bons fornecedores e negociar com eles;
  • receber e verificar as mercadorias;
  • definir os processos, a quantidade de mercadorias e os prazos para recebimento;
  • estabelecer o procedimento para devolução de embalagens e produtos, quando necessário.

Além disso, ele deve se reunir a uma equipe para que façam o que é conhecido como logística integrada, que consiste em interligar três grandes áreas:

  • logística outbound: é a forma com que os bens são entregues ao distribuidor, atacadista, varejista, entre outros canais de distribuição e o consumidor final;
  • logística industrial: trata-se do planejamento e da gestão da movimentação de materiais usados na linha de produção;
  • logística inbound: gestão da aquisição de bens e movimentação dentro da empresa, como explicado.

Com o apoio de um profissional especializado, será possível encontrar pontos de melhoria, aperfeiçoar continuamente seus processos, economizar tempo e reduzir desperdícios de recursos financeiros ou humanos.

Qual é o papel de um software de gestão de transporte na logística inbound?

Todo profissional do setor logístico sabe que essa é uma área excepcionalmente complexa e minuciosa, sendo que quaisquer erros podem causar grandes prejuízos ao negócio. Além disso, muitas atividades são trabalhosas e inviáveis de serem feitas manualmente.

Para solucionar ambos os problemas, a empresa pode usar um sistema de logística. Essa tecnologia é denominada Software de Gestão de Armazenagem (WMS) e facilita a rotina dos operadores logísticos, terminais de cargas, armazéns gerais e outros. Confira alguns de seus recursos que ajudam nas movimentações internas:

  • integração com os outros softwares da empresa (como o de contabilidade e financeiro);
  • uma ampla gama de relatórios gerenciais;
  • controle pleno sobre o registro de entrada e saída de cargas;
  • visão completa sobre a ocupação do armazém (incluindo mapa virtual);
  • alertas automáticos sobre vencimento de armazenagem, validade e estoque mínimo;
  • controle da rotação de estoques; entre muitas outras funcionalidades.

Percebe-se que a Logística Inbound é um procedimento excepcionalmente importante para o desenvolvimento do negócio. Mas, ao aplicá-la corretamente, a empresa consegue grandes diferenciais competitivos para conseguir se destacar no mercado.

Gostou? Então deixe agora mesmo um comentário dizendo o que você achou deste artigo! Você pode fazer uma crítica, dar sua opinião ou tirar uma dúvida sobre o assunto!

Avalie este artigo


Veja também

Deixar comentários