Satisfação do cliente na logística: aprenda como medir e descubra formas de fidelizá-lo!

Publicado por Fábio Cunha em Qualidade, Transporte.

A clientela é responsável direta por prover a receita necessária para manter o seu negócio operando e, por isso, a satisfação do cliente na logística deve ser uma prioridade para as transportadoras e demais operadores logísticos. Ao manter uma boa relação e um bom nível de serviço prestado aos seus clientes, a fidelização deles será maior e, consequentemente, o aumento da sua lucratividade.

satisfação do cliente na logística

Conforme o tempo avança, a concorrência do mercado aumenta e os clientes se tornam cada vez mais exigentes. Se a sua empresa não acompanhar as mudanças do mercado, poderá se tornar obsoleta, perder participação no mercado e junto uma boa parcela de sua receita.

Eis que surge a necessidade de o administrador entender se o seu negócio corresponde ao desejado e se está agradando os clientes. Para obter esse conhecimento, você deve utilizar métricas específicas que demonstram o nível de contentamento dos usuários com o seu serviço.

Neste artigo, você aprenderá qual a importância dessas métricas para manter seus clientes, como você pode definir indicadores a partir de uma lista de dicas práticas e, por fim, quais são as melhores táticas para fidelização de clientes. Confira!

A importância das métricas de satisfação do cliente na logística

Além das métricas para medir o desempenho dos processos do negócio, é preciso que o gestor estabeleça métricas para medir a satisfação do cliente na logística. Com isso, a empresa terá duas vantagens, onde a primeira é o cliente se sentindo valorizado, já que ele perceberá que é relevante para a empresa e os administradores se preocupam com sua satisfação.

O segundo benefício consiste na identificação precisa dos elementos que necessitam ser aprimorados no seu serviço para que atendam às demandas da clientela. O reflexo dessas ações é a fidelização e isso garantirá diversas vantagens para a empresa, que incluem:

  • maior garantia de receita;
  • segurança do negócio perante o mercado;
  • alcance de metas;
  • aumento da popularidade e reputação da sua marca;
  • redução dos custos para captação de novos clientes.

Consequências por não utilizar as métricas

Atualmente, conhecer o nível de satisfação dos clientes não se trata somente de uma estratégia para aumentar o faturamento, o conhecimento também é fundamental para a sobrevivência no mercado.

Em nosso país, 79% das empresas realizam pesquisas sobre o atendimento ao cliente e sua satisfação, enquanto 59% utilizam esses dados de forma inteligente para maximizar seus ganhos.

Essa preocupação surge decorrente do fato de que aqueles clientes fidelizados representam até 65% do faturamento de uma companhia. Caso a sua empresa ignore o assunto, poderá não ser capaz de manter a sua competitividade no mercado no médio e longo prazo.

Dicas práticas de como definir os indicadores

Sem uma orientação pode ser bastante difícil conseguir elaborar esses indicadores, pois perguntas simples como “está satisfeito com o serviço?” não são suficientes para determinar exatamente quais fatores devem ser aprimorados. Para solucionar esse problema, elaboramos alguns discas de como definir as métricas. Confira.

Identifique os segmentos dos clientes

O perfil do consumidor muda de acordo com cada ramo empresarial. Empreendimentos Business to Business — B2B (ou de empresa para empresa em português) lidarão com indivíduos com um determinado nível de instrução, enquanto clientes de outros segmentos podem ter diferentes estilos e personalidades.

Por isso, elabore uma ou mais descrições de diferentes perfis de clientes que contenha seus gostos, preferências, personalidades e outras características importantes. Será a partir desses delineamentos que você baseará sua forma de prestação de serviço.

Selecione as experiências que a empresa deseja avaliar

Nessa etapa, você definirá quais aspectos do negócio você deseja avaliar. Esse processo é importante para identificar os pontos fracos e fortes do serviço sob o ponto de vista do cliente. Alguns tópicos que devem ser considerados são:

Escolha métricas que direcionarão para a satisfação do cliente

As métricas devem ser aquelas que comparam as respostas entre os clientes e permitem um processo contínuo de melhorias. É preciso que elas sejam objetivas, pois perguntas que se abrem para amplas interpretações não possibilitarão uma boa comparação entre as respostas.

É importante que essas perguntas também sejam bem pensadas, pois caso elas sejam alteradas posteriormente, também não será possível comparar resultados de antes e depois — se houve aumento da satisfação ou não.

Crie estratégias de coleta de dados

Existem várias formas de medir a satisfação do cliente, como realizar pesquisas, solicitar suas opiniões diretamente e verificar redes sociais. A forma mais prática, econômica e completa de coletar dados é com a implementação de um questionário no seu software de gestão. Como as respostas são simples marcações de alternativas, será mais fácil para o cliente.

Esse tipo de pesquisa também elimina trabalho manual de seus colaboradores e permite que eles se concentrem na atividade-fim, além de minimizar o dispêndio de tempo e eliminar a ocorrência de erros humanos — como falhas matemáticas e perda de papel, por exemplo.

Melhores maneiras de fidelizar seus clientes

Após reunir os dados sobre a satisfação dos clientes, é hora de tomar as medidas necessárias para fidelizá-los. A seguir, você confere alguns dos métodos mais eficazes para alcançar esse objetivo.

Resolução de problemas com proatividade

Não espere que o cliente venha reclamar sobre seus problemas à empresa, pois alguns são bastante exigentes e simplesmente podem passar a optar por outro serviço — e todos seus clientes são importantes para o negócio.

Por essa razão, já solicite opiniões e pergunte se houve problemas de antemão. Assim, você terá a oportunidade de solucionar os entraves ao mesmo tempo que demonstra proatividade e seu comprometimento com ele.

Aqui, é necessário que você tenha as ferramentas necessárias para exercer uma boa comunicação com os usuários, como um aplicativo que amplia as formas de atendimento — o que inclui os dispositivos móveis.

Construção de uma relação duradoura

Criar e manter uma relação duradoura é uma tarefa que requer paciência e dedicação, porém excepcionalmente recompensadora. Quanto mais tempo ele for usuário de seus serviços, maior será a segurança do seu faturamento.

Para conseguir esse feito, instrua seus colaboradores a manter uma relação excelente com os consumidores durante a prestação de serviço. Para isso, peça que eles lembrem seus nomes e como foram prestados os serviços.

Não é preciso gerar uma relação “forçada” entre seus clientes e sua empresa. Só o fato deles saberem que são lembrados ou que tenham uma sensação de clima agradável já fará com que eles se sintam únicos e especiais.

Superação das expectativas do cliente

Após cada prestação de serviço, realize as pesquisas pós-venda e aplique as melhorias solicitadas pelos clientes. Na próxima vez que realizar negócios com seus clientes, eles se surpreenderão com os aprimoramentos.

Além disso, preveja como você pode manter a qualidade de serviço em épocas de pico como datas especiais, através das previsões de demandas, porque isso também ajudará a elevar a qualidade dos seus serviços e superará as expectativas dos clientes.

Uma relação entre o consumidor e a empresa é segredo para garantir o crescimento da companhia. Ao estabelecer indicadores de satisfação do cliente, você saberá exatamente quais medidas deve tomar para fidelizá-los e fazer com que seu negócio cresça exponencialmente.

Gostou do conteúdo do post? Ficou com alguma dúvida ou tem alguma experiência para compartilhar conosco? Então nos deixe um comentário!

Avalie este artigo


Veja também

Deixar comentários