Inteligência artificial na logística: Entenda como funciona e quais as possibilidades

Publicado por Fábio Cunha em Qualidade, Sem categoria, TMS, Transporte, WMS.

O crescente aumento da concorrência em todos os setores da economia forçou as empresas a buscarem novas alternativas para se manterem entre os melhores players do mercado. Por isso, aumentou a procura por ferramentas capazes de melhorar a performance das atividades e os resultados financeiros.

A boa notícia é que o avanço das tecnologias possibilitou uma democratização de recursos. Hoje, empreendimentos de diversos tipos e tamanhos podem usar esses sistemas para se tornarem mais eficientes.

Nesse contexto, a inteligência artificial na logística é um belo exemplo de como a automatização de alguns processos consiste numa peça-chave para colocar o seu negócio em um ritmo maior de crescimento.

inteligencia artificial na logística

Pensando nisso, elaboramos um artigo para que você entenda de uma vez por todas como essa otimização acontece na logística. Confira!

Como a associação entre a Inteligência Artificial e outras tecnologias pode melhorar a logística de um negócio?

A era da transformação digital trouxe mudanças significativas nas estruturas organizacionais. Em virtude disso, nos últimos anos, diversas tecnologias vêm sendo incorporadas às indústrias e diferentes tipos de negócios, em busca de maior competitividade.

Nesse cenário, a Inteligência Artificial (IA), ferramenta desenvolvida para imitar a capacidade humana de raciocinar, já se tornou uma realidade não somente nas linhas de produção industrial, mas também nas operações logísticas.

E quando aliada a outros sistemas e conceitos, como Internet das Coisas (IoT), Big Data, Machine Learning e Computação na nuvem, oferece infinitas possibilidades de aperfeiçoamento de técnicas e execução de tarefas. A IA é o ponto de partida para que as demais tecnologias entrem em ação.

O Big Data, por exemplo, não é possível explorar todo o seu potencial sem o amparo da Inteligência Artificial. Do que adiantaria coletar um imenso volume de dados disponíveis na rede, se o software não fosse capaz de filtrar as informações e entender padrões e indicar ações ou soluções a partir delas?

Então, a IA funciona como a base para o desenvolvimento de outras tecnologias voltadas para o melhor gerenciamento das operações de uma empresa.

Quais as contribuições da inteligência artificial para a logística das transportadoras e operadores logísticos?

Diminui as falhas

Como mencionado, a Inteligência Artificial foi desenvolvida para recriar a capacidade de raciocínio do ser humano, ou seja, para analisar dados e, a partir deles, tomar decisões mais acertadas.

Além de trabalhar com um volume de informações muito maior, os softwares de gestão e demais sistemas da IA são mais ágeis e precisos. Com isso, as chances de erros no cálculo e na execução das tarefas são praticamente eliminadas.

Graças à habilidade de prever e evitar falhas, o investimento nas tecnologias de Inteligência Artificial gera uma economia de tempo e dinheiro, pois não há a necessidade de refazer trabalhos ou de remediar uma situação de prejuízo.

Aumento a produtividade

A implementação da Inteligência Artificial promove o aumento da produtividade por uma série de fatores. Em primeiro lugar, isso é resultado da diminuição das falhas — com a automatização de tarefas, erros mínimos que atrapalham o desempenho serão identificados e, assim, novas ações serão traçadas para eliminar os problemas.

Portanto, as funcionalidades da Inteligência artificial promovem uma base mais eficiente para o planejamento das ações e a tomada de decisões no dia a dia da empresa.

Devido a sua capacidade de ler, interpretar dados e chegar à conclusão de quais processos são mais adequados, a IA contribui para uma produção e operação escalável e padronizada, em conformidade com as metas e os objetivos definidos pelo gestor.

Ademais, a tecnologia também oferece a vantagem do acesso remoto, isto é, o gestor tem total controle das operações ainda quando não está nas dependências da empresa.

Reduz os gastos

Outro benefício da Inteligência Artificial consiste na otimização da atividade empresarial como um todo — produzir cada vez mais, utilizando o mínimo de recursos.

Assim, da mesma forma que é possível enxugar o orçamento do ciclo produtivo, a tecnologia também será utilizada para economizar nos processos logísticos. A Inteligência Artificial otimiza:

  • o planejamento das melhores rotas para o transporte;
  • o preparo das mercadorias para envio;
  • a melhor alocação de cargas em armazém;
  • a distribuição dos produtos dentro do prazo previamente estabelecido.

Enfim, os sistemas permitem por em prática uma série de estratégias que se convertem na redução de gastos e ganho de eficiência operacional.

Melhora os processos de armazenagem

Outro benefício da inteligência artificial que afeta diretamente o setor de logística diz respeito aos processos de armazenamento, estocagem e inventário. Isso porque os softwares inteligentes são capazes de personalizar tais atividades de acordo com as necessidades específicas do negócio e características das operações de cada cliente.

Independentemente do ramo de atuação, as empresas hoje trabalham com estoques enxutos para evitar os desperdícios ou o engessamento de uma quantia alta de capital de giro. Dessa forma, como os algoritmos da IA são capazes de realizar contagens minuciosas e calcular as quantidades ideais para cada tipo de demanda, a gestão do armazenamento se torna mais eficiente.

Aumenta a satisfação dos clientes

A incorporação de ferramentas de Inteligência Artificial ao departamento de logística de uma empresa aumenta o seu potencial de prestação de um serviço de excelência, o que reflete no crescimento do nível de satisfação dos clientes.

Quando a empresa oferece prazos de entrega menores, preços atrativos, rastreamento dos pedidos e consegue entregar o produto em perfeitas condições, a fidelização e o engajamento do público são fortalecidos.

Agiliza a fiscalização em aduanas e postos fiscais

O Brasil sempre ocupou posição de destaque no cenário mundial em termos de emprego da tecnologia da informação e comunicação a serviço dos processos de fiscalização aduaneira e tributária, onde o projeto SISCOMEX foi merecedor de vários prêmios internacionais em virtude do quanto agilizou os processos aduaneiros em nosso país, hoje a receita federal mais um vez vem inovando com o advento do radar siscomex, um cadastro centralizado que habilita empresas brasileiras a operar no comércio exterior, e dos sistemas DUE e DUIMP. A grande novidade é crescente emprego da inteligência artificial nos sistemas utilizados nos processos de fiscalização aduaneira e tributária, o que vem trazendo maior velocidade e precisão nesses trâmites, mais uma vez trazendo benefícios para as empresas que operam no nosso território.

Quais as principais tendências da inteligência artificial na logística?

Uma das principais repercussões da IA (inteligência artificial) no setor de logística é a redução da mão de obra humana — há uma forte tendência em valer-se de robôs para a realização de tarefas repetitivas.

A ideia é que todas as atividades que não dependam de competências especiais sejam assumidas pelas máquinas. Nesse cenário, a expectativa é de que num futuro próximo a Inteligência Artificial possa ser usada em veículos autônomos ou que os drones funcionem como mecanismo de entrega de mercadorias em pequenas distâncias.

Com a acirrada competitividade do mercado empresarial, os mínimos detalhes podem ser decisivos na conquista de uma posição de destaque no mercado, e a inteligência artificial na logística é um bom exemplo disso. Um trabalho logístico de excelência agrega valor à imagem da empresa, aumenta a lucratividade e deixa seus clientes mais satisfeitos.

Software de Gestão de Frotas

Gostou do artigo? Então, siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro de todas as inovações sobre o segmento de logística e transporte de cargas! Estamos no Twitter, Facebook, LinkedIn, YouTube e Google+.

Avalie este artigo


Veja também

Deixar comentários