O que é cubagem de carga e como ela influencia no cálculo do frete?

Publicado por Fábio Cunha em TMS, Transporte.

No segmento de logística, em especial na área de transportes, o termo cubagem de carga é amplamente utilizado no dia-a-dia dos operadores da área. Entretanto, muitos gestores ainda não entendem o que é cubagem e qual a sua importância para a operação da sua transportadora.

O que é cubagem de carga, peso cubado e fator de cubagem

Saber o que é a cubagem, sua importância, impacto no frete e, principalmente, como calculá-lo é essencial para o bom funcionamento das operações de transporte, para a lucratividade do negócio e o sucesso do planejamento em logística. Neste artigo trazemos tudo o que você precisa saber para calcular a cubagem das cargas a serem transportadas pela sua transportadora. Confira!

O que é cubagem de carga?

A cubagem da carga é definida como a relação entre o peso de uma mercadoria e o espaço que ela ocupará dentro do veículo de carga ou espaço onde será armazenada. Essa relação é calculada utilizando o fator de cubagem, que será explicado a seguir neste artigo.

A importância da cubagem de carga

O objetivo de se calcular a cubagem no segmento de transportes é aproveitar ao máximo a capacidade de carga de cada modal a ser utilizado, tanto em função do espaço a ser ocupado quanto do peso das mercadorias.

Resumidamente, a cubagem garante o equilíbrio no transporte de cargas. Caso esse cálculo não seja feito, o veículo poderá transportar cargas cujo peso estão acima de sua capacidade, carregar muito peso em um pequeno volume ou ocupar um grande volume com cargas leves.

Isso ajuda as empresas a elevarem a eficiência do carregamento de cargas e se planejarem melhor financeiramente, pois a precificação do frete será mais justa e adequada.

Exemplo prático da cubagem

Um bom exemplo prático da importância da cubagem é a diferença entre transportar 10 toneladas de algodão e 10 toneladas de metal. No primeiro caso, 10 toneladas de algodão ocuparão um volume muito maior do que 10 toneladas de metal, o que torna necessário uma quantidade de caminhões maior para realizar o transporte.

Por outro lado, embora o volume da carga de metal seja menor, ela não deveria ser transportada por somente um veículo, pois poderia ultrapassar seu limite de peso e comprometer seu estado, como também o espaço não seria aproveitado adequadamente.

O ideal neste caso seria realizar viagens de carga mista, e o cálculo da cubagem neste caso ajudaria a promover a melhor distribuição das cargas, fazendo com que a relação de volume e peso seja mais adequada para cada operação de transporte.

Como calcular a cubagem de carga

Para calcular a cubagem da carga, primeiramente, é preciso saber o significado dos termos que se desdobram a cubagem, são eles o fator de cubagem e o peso cubado.

O que é fator de cubagem?

Trata-se de uma constante que demonstra a cubagem ideal do veículo de transporte. Ele equivale a capacidade de peso por metro cúbico (m³) dentro do espaço do veículo. Sua fórmula é a seguinte:

Fator de cubagem = capacidade em kg / volume em m³

Por exemplo, imagine uma frota de caminhões com capacidade de 15 mil quilos e 50 metros cúbicos. O fator de cubagem nesse caso será de 300 kg/m³.

Como cada modal retrata diferentes capacidades e volumes, esse número deverá ser calculado de acordo com o veículo. De acordo com a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC & Logística), alguns exemplos de constantes dos modais de transporte são:

  • rodoviário: 300 kg/m³;
  • aéreo: 166,7 kg/m³;
  • marítimo: 1.000 kg/m³.

O que é peso cubado?

Retrata um valor (em quilos) que considera o volume que uma mercadoria ocupa no veículo. Ele é usado para determinar o frete peso, pois compara o peso físico com o cubado. Seu cálculo consiste na seguinte forma:

  • comprimento x largura x altura x fator cubagem.

Por exemplo, o cálculo de uma caixa com as dimensões 70cm x 50cm x 40cm transportada por um caminhão é o seguinte: 0,70 x 0,50 x 0,40 x 300 = 42kg. Esse valor é altamente relevante para o cálculo do frete.

Os conceitos acima podem gerar dúvidas na prática, como nas operações em que é feito transporte de cargas fracionadas — que são aquelas de produtos com diferentes formatos e destinos — e o transporte de cargas líquidas, em que as mercadorias são transportadas em tanques.

Como calcular a cubagem de cargas fracionadas

No caso de cargas fracionadas, o fator cubagem não é regra: é recomendado que sejam utilizadas estimativas menores. Por exemplo, no caso do transporte rodoviário, utilizar a densidade média de 250 kg/m³ ou 200 kg/m³ em vez do valor padrão de 300 kg/m³.

Isso ocorre pelo fato de que as cargas das mais variadas dimensões e formatos são impossíveis de serem perfeitamente organizadas dentro de um mesmo veículo: elas deixarão espaços vazios, que devem ser considerados no cálculo da cubagem.

E como tratar a cubagem de cargas líquidas

Nas hipóteses de cargas líquidas, recomenda-se que os tanques estejam praticamente cheios com o líquido. Dessa forma, as dimensões dos tanques consideram a densidade real dos produtos.

Isso garantirá uma maior estabilidade do veículo, dispensando o fato de cubagem. Entretanto, se a carga for de menor densidade, é preciso utilizar o fator de cubagem sobre o frete para compensar o preço.

Emissor de CTe com CIOT e EDI

 

Influência da cubagem no frete

Basear a cobrança da entrega somente de acordo com as dimensões ou peso de uma carga acarretará um frete de valor inadequado. É fundamental considerar o peso cubado e basear o preço do frete naquele que for maior (entre o preso real e o cubado).

Imagine uma carga relativamente leve, porém com grandes dimensões. Nesse caso, serão utilizados vários veículos para transportá-la e a transportadora acabará arcando com prejuízos, pois o frete não será suficiente para cobrir os seus custos.

Se a mercadoria do exemplo acima tem o peso cubado de 43,2kg, porém o peso físico de 10 kg, deve-se utilizar o valor maior na cotação do frete, pois o valor considerará também o volume.

O contrário também se aplica: imagine mercadorias com peso cubado de 4 kg/m³, mas com peso bruto de 18kg. Ao encher o caminhão com uma carga muito pesada, porém pouco volumosa, fará com que o espaço não seja aproveitado.

Como também, se o seu peso máximo for ultrapassado, ocorrerá maior desgaste do veículo. Essa é outra situação que o valor do frete não compensará os custos do envio. Com os exemplos acima, percebe-se que a cubagem compensa ser usada em cargas volumosas.

A forma mais adequada de realizar o cálculo da cubagem no dia-a-dia da transportadora é deixando todos cálculos por conta de um software de gestão de transportes de cargas. Utilizando um programa desenvolvido especialmente para controlar as operações de transporte, eventuais erros, retrabalho e perdas com frete serão eliminados.

Pode-se concluir que realizar os cálculos de cubagem de carga é muito relevante para cobrar corretamente os valores de frete, como também para maximizar o aproveitamento dos veículos, reduzindo a ociosidade de frota, necessidade de manutenção, entre outros problemas.

Outro fator importante para o desenvolvimento de uma transportadora é o controle de contas. Acesse nosso artigo que ensina a melhor forma de realizá-lo!

Avalie este artigo

O que é cubagem de carga e como ela influencia no cálculo do frete?
5 estrelas
10 votos

Veja também

Deixar comentários